A principal mostra de decoração e paisagismo residenciais do Brasil está de portas abertas. Instalada no Jockey Club de São Paulo, a CASACOR São Paulo 2018 pode ser conferida até 29 de julho e reúne as últimas tendências do design de interiores. Nesta edição, a natureza marca presença nos mais de 80 ambientes decorados, entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios, apartamentos e espaços de convivência.

Com o tema “Casa Viva”, a mostra apresenta uma proposta de reconciliação com a Mãe-natureza, de tornar o habitat contemporâneo mais aconchegante e sensorial, deixando a tecnologia em segundo plano. Dentro deste conceito, muitos arquitetos e decoradores escolheram o vidro tanto como elemento que dilui a fronteira entre interior e exterior, permitindo maior aproveitamento da luminosidade natural e integração com o verde, como pelo toque de modernidade quando usado em acabamentos e objetos.

No encantador Refúgio Urbano, assinado por Marina Linhares, o vidro tem papel de destaque, propiciando a plena integração com o bosque do Jockey e uma reflexão sobre a relação entre a arquitetura e a natureza. Toda a parte estrutural remete a caixas de vidro que abraçam as árvores e permitem a entrada da luz natural pelos ambientes. O vidro está presente nas paredes, nos janelões, no teto, no piso, nas divisões dos cômodos e, ainda, em imponentes e coloridos jarros decorativos.

Refúgio Urbano – Romulo Fialdini/CASACOR
Refúgio Urbano – Romulo Fialdini/CASACOR

O material também tem papel de destaque na Casa da Árvore do escritório Suite Arquitetos. Aplicado na parte superior de uma das paredes e em lâminas, substituindo totalmente a parede oposta, ele garante a luminosidade e faz que o imenso flamboyant rodeado de costelas-de-adão brilhe ainda mais, permitindo que a natureza seja totalmente vislumbrada e integrada à decoração. A paleta de tons terrosos, que confere elegância ao ambiente, e a diversidade de materiais são um convite aos sentidos. O projeto é assinado por Daniela Frugiuele com Filipe Troncon e Carolina Mauro.

Casa da Árvore - Ricardo Bassetti/CASACOR
Casa da Árvore - Ricardo Bassetti/CASACOR

Com a integração de muitas árvores do Jockey aos projetos, o vidro foi um recurso utilizado em várias propostas. Ele proporciona a sensação de estar em um jardim, no espaço Casa Terra, de Paola Ribeiro, e no SPA da Mata, de Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli, onde as paredes e o teto de vidro permitem que a luz natural e o verde façam parte do ambiente.

Casa da Terra – MCA Estúdio/CASACOR
Casa da Terra – MCA Estúdio/CASACOR

Com a mesma intenção foi aplicado no projeto de Flávia Gerab e Silvana Mattar, no Boutique Residence 218, trazendo o jeito de morar da geração Y. Lá, o material aparece, ainda, no tampo da mesa e nos vasos.

Boutique Residence 2018 – Ricardo Bassetti/CASACOR
Boutique Residence 2018 – Ricardo Bassetti/CASACOR

Merecem atenção especial o louceiro de ferro e vidro usado no projeto da CASA DEZESSEIS, de Moacir Schimitt Jr. e Salvio Moraes Jr. e as mesas de centro da Casa do Relógio, de Dado Castello Branco, que se integram de maneira harmoniosa à casa contemporânea em madeira e concreto, inspirada nas townhouses de Amsterdã e Londres. As mesas de centro com tampo de vidro também foram a escolha de Patrícia Hagobian para o Loft LG #amour, imprimindo conforto e praticidade.

Casa do Relógio – Felipe Araújo/CASACOR
Casa do Relógio – Felipe Araújo/CASACOR

Seja nos abajures em murano da Sala Biblioteca, de Rosa May ou nos vasos de cor anil e inspiração vintage do Hall da Biblioteca de Bruno Carvalho, o vidro dá o toque de leveza e elegância que valoriza os projetos e imprime identidade a cada proposta.

Hall da Biblioteca – MCA Estúdio/CASACOR
Hall da Biblioteca – MCA Estúdio/CASACOR

Vale a pena conferir a Casacor 2018 e todos os seus espaços altamente sensoriais, bem como as propostas ecléticas e autorais que já fazem desta uma edição para ficar na história da mostra!


Serviço:
Casacor São Paulo 2018
Até 29/07.
Local: Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, 87.
De terça a sábado, das 12h às 21h. Domingos, das 12h às 20h
Ingressos de R$ 60,00 a R$ 76,00.


Carla R. Espino Barros colaborou com a Sorapiss Design.